Recordar é viver : NBA JAM

E ai pessoal, beleza ?



No clima dos 20 anos de NBA 2K, que inclusive teve uma matéria lançada ontem aqui no blog,

https://www.gamerporesporte.com/2018/08/20-anos-de-nba-2k.html

Hoje resolvemos falar de NBA JAM, o magnifico jogo de basquete de muito sucesso nos anos  90.

Você certamente já jogou ou já ouviu falar desse clássico, um jogo incrível que proporcionava momentos espetaculares como: Enterradas que quebravam algumas leis da física e as famosas bolas de fogo, acionadas quando um jogador conseguia três cestas consecutivas. Some isso aos truques escondidos que poderiam ser habilitados. Barra de corrida ilimitada, bola de fogo infinita e até mesmo um power-up que derrubava todos os jogadores. Se uma partida normal já era uma bagunça, com os códigos virava uma zoeira sem limites, (Afinal quem tem limite é município).





NBA JAM foi lançado em 1993 para arcades pela Midway.

  


A ideia de um jogo de basquete 2x2 não era uma inovação, em 1989 a empresa já havia lançado um outro jogo: Arch Rivals, que segue o mesmo estilo do JAM, a diferença é que pela primeira vez, um jogo de videogame teria a marca da NBA licenciada, trazendo todas as estrelas da liga.

Além de usar jogadores reais, a jogabilidade arcade ajudou muito o NBA JAM, não havia faltas e a bola sequer saia da quadra,  a diversão era priorizada acima de qualquer aspecto.

A jogabilidade era simples, tinha três comandos: passe, arremesso e corrida. Seu companheiro , o segundo jogador do seu time era controlado pela inteligencia artificial, mas também era possível ordenar o NPC para que ele arremessasse ou passasse a bola de volta para você.


Inicialmente o jogo foi lançado para fliperama, mas o sucesso do game ganhou o mercado de consoles e foi lançado para Super Nintendo, Mega Drive Game Gear, Sega CD e Game Boy.


 




Ausências

Michael Jordan,  o grande astro do esporte na época  era dono dos próprios direitos e não foi possível um acordo com ele. Outra estrela que curiosamente só aparece na versão arcade é Shaquile O’Neal, outro grande astro na época pelo Orlando Magic.


NBA JAM: Tournament Edition

Umas espécie de expansão do primeiro jogo, chegou ao mercado dois anos após o lançamento do primeiro jogo, o NBA JAM: Tournament Edition. A principal mudança dessa versão foi a inclusão de mais jogadores ao plantel de cada equipe. Todos os times ganharam um terceiro jogador, possibilitando variações de duplas, que poderiam ser alteradas mesmo nos intervalos das partidas.

Esse jogo foi lançado para Super Nintendo, Mega Drive, Game Boy, Game Gear, PlayStation, Saturn e Jaguar, sim, Ele mesmo, Jaguar o grande fracasso da Atari.

Em 1996 saiu NBA Hang Time onde era possível criar jogadores e editar atributos dos jogadores já existentes.

A partir de 1999, a franquia passa a receber lançamentos anuais. NBA Jam 99.  NBA Jam 2000, NBA Show Time: NBA on NBC, em 2001, NBA Jam 2002, NBA Jam 2003 e ai parou. Apenas em 2010, a franquia ganharia um novo  jogo com NBA Jam 2010, para Nintendo Wii, Xbox 360 e PlayStation 3.



O remake feito pela Eletronic Arts faz juz à fama do original. Mas, ainda assim, jogar as versões dos anos 1990 continua sendo válido, pois os jogos envelheceram bem. Para quem é da época, vale pela nostalgia, mas para quem nunca jogou, vale para conhecer as origens de um dos melhores jogos de esporte já lançados.

Por hoje é só galera.

Comentem ai , compartilhem um abraço é até a próxima.

Curta nossas paginas

Facebook: https://www.facebook.com/gamerporesporte/

Instagram: https://www.instagram.com/gamerporesporte/

Comentários